Pensatempos

Orlando Figueiredo


Deixe um comentário

Coadoção: mais um triste episódio protagonizado pelos deputados da maioria PSD/CDS

Original, publicado no dia 16 de março no website do PAN, disponível aqui.

Esta semana, os portugueses assistiram a mais um triste episódio protagonizado pela maioria PSD/CDS. A hipocrisia dos nossos representantes fizeram hoje de Portugal uma país mais triste e injusto, com o chumbo da proposta de lei da coadoção. Depois dos episódios lamentáveis protagonizados por Hugo Soares e seus cúmplices, a única saída airosa que o parlamento podia almejar era a aprovação pouco ruidosa do projecto apresentado pela bancada socialista. Contudo, não foi isso que aconteceu, há duas leituras a fazer e ambas se localizam no contexto da ética.

A primeira, relacionada com o respeito pela igualdade de direitos de todos os cidadãos independentemente da sua orientação sexual e pelos direitos das crianças filhas de casais homoparentais, denota a ignorância obtusa ou a intencionalidade cruel dos deputados que votaram contra, confiando mais nos seus preconceitos e ideologias medievais, que nos conhecimentos veiculados pelo estado da arte científico e legitimados pelo Tribunal Internacional dos Direitos Humanos; a segunda, relacionada com a forma vil e obscura como determinados setores das bancadas dos partidos do governo têm agido, denota o quão desprezável e indignificante se tornou, para alguns, o exercício da atividade política. Continuar a ler